Buscar
  • Redação JBA

Celeiro de campeões, Clube Hípico Santo Amaro estará presente em Tóquio-2021

O Clube Hípico Santo Amaro (CHSA), um dos principais clubes de hipismo do país, estará muito bem representado logo mais nos Jogos Olímpicos de Tóquio.

João Victor Macari Oliva e Escorial Horsecampline durante qualificativa olímpica em Portugal. Imagem: Rui Godinho


A Confederação Brasileiro de Hipismo divulgou a lista de convocados do Time Brasil, entre eles, os conjuntos Marcio Appel/Iberon JMen (Concurso Completo de Equitação – CCE) e João Victor Marcari Oliva/Escorial Horsecampline (Adestramento), ambos sócios do CHSA.


“Não foi fácil”, desabafa Appel. “Além dos adversários na pista, lutamos contra a Covid, Olimpíada adiada, dificuldades para viajar e competir, dúvidas e incertezas. Acreditei até o último minuto e conseguimos. Estou muito feliz e posso dizer que nem nos meus melhores sonhos poderia imaginar tudo isso”, completa ele, que impossibilitado de viajar fez praticamente toda a sua preparação no CHSA.


Além de Appel e Oliva, que mora na Europa, outros convocados fazem parte da história do clube: Yuri Mansur cresceu no CHSA, enquanto Marlon Zanotelli passou a ser sócio honorário em 2019. Ambos irão disputar as provas olímpicas de Salto.


Celeiro de campeões, diversas gerações de atletas premiados se formaram no CHSA, treinam ou treinaram na casa. Os olímpicos Camila Mazza de Benedicto, Carlos Ribas, ambos em atividade no Exterior, José Roberto Reynoso Fernandez Filho, o medalhista panamericano César Almeida, todos na modalidade Salto. Coronel Renyldo Ferreira, ex-presidente do CHSA e cavaleiro de cinco Olimpíadas, é um dos ícones máximos do hipismo brasileiro e internacional. Destaque também para Rodolpho Riskalla, atual vice-campeão mundial paraequestre e forte candidato a medalha em Tóquio.

7 visualizações0 comentário