top of page
Buscar

Campo Belo é novo roteiro gastronômico de São Paulo, com cozinhas variadas

Campo Belo é um bairro pacato e tranquilo, espremido entre o aeroporto de Congonhas e Moema, que tem apresentado uma gastronomia cada vez mais interessante e crescente. Majoritariamente residencial, o bairro conta com restaurantes dos mais variados estilos, indo desde aqueles mais badalados, passando por casas que buscam resgatar tradições de outros estados e, é claro, aquelas casas mais tradicionais que surgiram junto com o bairro.

Em uma casinha na charmosa Rua Pascal está o Sobreiro, restaurante que oferece comida caseira por um bom preço. Além dos pratos mais básicos, como strogonoff de carne (R$ 58) e de frango (R$ 52) e o picadinho bovino com arroz, feijão, couve, farofa e ovo (R$ 54), a casa, que é pet friendly, tem o delicioso penne mediterrâneo (R$ 68), com azeitonas pretas, tomate cereja, abobrinha, cenoura, parmesão e manjericão com sobrecoxa desossada ao molho de mostarda e mel, e o mandiola (R$ 78), com nhoque de mandioquinha selado no azeite com ervas e tiras de filé mignon ao creme de gorgonzola.


O Consulado Gaúcho, que começou sua história vendendo itens típicos do Rio Grande do Sul em kombis, fez do Campo Belo a sua primeira morada fixa e tem esse lanche como o carro-chefe. Ele vem em um pão grande e, além do coração, é recheado com maionese, ervilha, milho, tomate picadinho e queijo. Sai por justos R$ 37, comprando para viagem na casa. Ainda dá para comprar algumas especialidades gaúchas que um dos donos traz toda semana do Rio Grande do Sul, como cervejas típicas e um torrone com mel (R$ 6).


Sobreiro - R. Pascal, 1882

Segunda a sexta, das 12h às 15h. Sábado, das 11h3 às 17h. Domingo, das 12h às 17h.


Consulado Gaúcho - R. Antônio de Macedo Soares, 1377. Terça a quarta, das 18h às 23h. Quinta a sábado, das 12h às 23h. Domingo, das 12h às 22h.

Comments


bottom of page