top of page
Buscar

Campanha ‘Adote um bom velhinho’ incentiva adoção de animais idosos na Cosap

Adoção de cães e gatos com mais de oito anos de idade garante direito ao cartão Cuida Bem Idoso, que permite atendimento prioritário e vitalício nos hospitais veterinários públicos da capital


Foto: Divulgação

A partir de segunda-feira, 4 de dezembro, a Secretaria Municipal da Saúde (SMS), por meio da Coordenadoria de Saúde e Proteção ao Animal Doméstico (Cosap), promove a campanha “Adote um bom velhinho”, que tem o objetivo de incentivar a adoção responsável de cães e gatos idosos, com mais de oito anos de idade. Atualmente 60 animais com esse perfil aguardam por um lar no Centro Municipal de Adoção.

“A campanha ocorre durante todo o mês de dezembro para sensibilizar as pessoas em relação aos animais que costumam ser esquecidos nos alojamentos e que esperam há anos uma oportunidade de demonstrarem amor e serem amados. Animais que, muitas vezes, passaram a vida toda à espera de uma chance de adoção”, diz Analy Xavier, coordenadora da Cosap.

Ao longo do mês, os munícipes que visitarem os animais idosos na Cosap poderão fazer fotos com os pets em uma área temática especialmente preparada para a campanha natalina e ainda ler as cartinhas dos animais alojados com pedidos ao Papai Noel.

Benefícios de adotar um cão ou gato idoso


Por não ser um lar definitivo, o alojamento municipal deveria ser uma estadia de curta permanência, mas nem sempre é isso que acontece, e a espera de alguns animais por uma família passa de dez anos.

Se engana quem acredita que a adoção de um animal adulto representa uma difícil adaptação. Uma vantagem é que este animal possui temperamento mais previsível que o de um filhote. Por já ter se desenvolvido física e mentalmente, ele também não deixa dúvidas a respeito do seu tamanho, costuma fazer menos bagunça e não sente tanto prazer em destruir objetos.

Além disso, o munícipe que reside na capital e adota um cão ou gato acima de oito anos de idade no Centro Municipal de Adoção recebe o cartão Cuida Bem Idoso, que permite atendimento prioritário e vitalício desse animal em qualquer um dos quatro hospitais veterinários públicos da capital, localizados nas zonas norte, leste, sul e oeste.

Foto: Divulgação

Saiba como adotar


Os interessados em adotar um animal de estimação podem visitar a Coordenadoria de Saúde e Proteção ao Animal Doméstico (Cosap) de segunda a sexta-feira, das 9h às 17h, e aos sábados, das 9h às 15h.

Todos os animais disponíveis para adoção estão devidamente vacinados, vermifugados, castrados, identificados por microchip e possuem Registro Geral do Animal (RGA), conforme lei municipal nº 13.131/01.


No dia da adoção, o cidadão deverá levar uma coleira com guia se for adotar um cão ou uma caixa de transporte, caso adote um gato. Além disso, o tutor também precisa apresentar o Registro Geral (RG) e Cadastro de Pessoa Física (CPF), comprovante de residência recente (dos últimos três meses) e pagar uma taxa pública de R$ 31,20.


Campanha “Adote Um Bom Velhinho”

Endereço: Santa Eulália, 86 – Santana.

Funcionamento: de segunda a sexta-feira, das 9h às 17h, e aos sábados das 9h às 15h.

Documentos necessários para adoção: CPF, RG e comprovante de residência.

Não esqueça da caixa de transporte própria para animais (para adoção de gatos) ou coleira com guia (para adoção de cães).

Taxa municipal referente à adoção: R$ 31,20.

Acesse a página de cães para adoção, clicando aqui.

Acesse a página de gatos para adoção, clicando aqui.

Comments


bottom of page