Buscar
  • Redação JBA

Cadê a criança que tava aqui é segunda atração da Temporada Alfa Criança

Espetáculo alterna cenas, jogos e números musicais para resgatar o abraço, o afeto, o olhar e

a brincadeira

Imagem: Adriano Doria

A partir da encenação de um espetáculo original, resultado de uma oficina de montagem em teatro musical para crianças, o ator e diretor Bernardo Berro criou CADÊ A CRIANÇA QUE TAVA AQUI. A próxima atração da TEMPORADA ALFA CRIANÇA fica em cartaz até 11 de julho aos sábados e domingos, às 16 horas. A peça nasceu de improvisos e histórias contadas no curso pelos atores mirins. Bernardo decidiu transformar o material em cena, cada uma delas referente a uma situação de vida deles. “Escrevi para os seis alunos, que são os seis atores que fazem o espetáculo”, conta Berro, informando a necessidade de substituições para o Teatro Alfa, já que algumas crianças cresceram.

Com 60 minutos de duração e dividida em quadros contendo jogos, cenas e números musicais, a peça trata de temas importantes como família, amigos, estudo e lazer. De forma leve e dinâmica, o elenco busca oferecer ao espectador a experiência de voltar a ser criança, trazendo à tona brincadeiras e o sabor da infância. A peça traz embutida proposta metalinguística, com o elenco entrando no teatro para a apresentação do espetáculo. “O público já participa deste backstage, quando os atores vestem o figurino e ajustam os microfones na frente do público. Tudo para trazer a imagem de que o espetáculo está prestes a começar, e na real ele já começou.”


O diretor conta que os atores fazem várias ações no palco: trocam de figurino e mudam o cenário. “Queria trabalhar a visão profissional do teatro musical para crianças, com o intuito deles entenderem a importância do conhecimento da cena, da organização do espaço, do horário e da sequência. Os adultos em cena fazem uma participação especial. Cenário e figurino coloridos preenchem o espaço do palco. O cenário reúne um dado grande e dois baús. Ao fundo, um painel em mosaico colorido também. Fábio Namatame criou figurinos com detalhes únicos para cada personagem. A trilha sonora inclui músicas originais compostas por Lucas Mendes e Luiza Ferrari, além de uma canção de Toquinho e outra de Milton Nascimento.


Entre os vários quadros do espetáculo, destaque para a cena das crianças com o pipoqueiro, onde o diretor aborda desde assuntos cotidianos até questões mais delicadas, como perder alguém querido. Em outra cena, os atores interpretam crianças moradoras de rua, que não podem desfrutar da infância. “Busco despertar a consciência dos atores e da plateia sobre essas crianças que vivem em situação de vulnerabilidade.” Tem também a cena dos meninos perdidos, baseada na história de Peter Pan, que levanta temas como a importância da família, dos amigos e do estudo. Bernardo comenta sobre o número musical ao som de Bola de Meia, Bola de Gude, música de Milton Nascimento, em que uma grande coreografia faz referências a brincadeiras de rua como bambolê, elástico, pião e amarelinha.


Cadê a Criança Que Tava Aqui

Até 13 de julho

Sábados e Domingos, 16h

Teatro Alfa

Rua Bento Branco de Andrade Filho, 722

Ingressos: www.teatroalfa.com.br I Ingresso rápido ou pelos telefones: 11 5693-4000 | 0300 789-3377.

2 visualizações0 comentário