Buscar
  • Roberto Maia

Brasileirão faz 50 anos e segue sendo um dos mais disputados do mundo

Por Roberto Maia


Começou no final de semana passado a 50ª edição do Campeonato Brasileiro de futebol. Para celebrar a competição que é uma das mais disputadas do mundo, a Confederação Brasileira de Futebol (CBF) lançou até uma nova marca especial para 2021. A novidade pode ser notada durante as transmissões da TV, na entrada dos times em campo, nas imagens de bastidores e nas redes sociais.


A nova identidade visual do Brasileirão Assaí 50 anos está no pórtico de entrada das equipes, no totem da bola, nas placas de campo e até na tipologia dos números das camisas dos jogadores que agora é padronizada. Os perfis oficiais nas redes sociais - @brasileirao - também entraram no clima e passaram a publicar posts históricos e interativos com torcedores de todos os clubes.

Flamengo e Palmeiras têm elencos superiores aos demais competidores e são considerados favoritos no Brasileirão 2021. (Foto: Cesar Greco/Ag. Palmeiras)

O Instagram do Brasileirão apresenta conteúdos com momentos inesquecíveis; personagens importantes e suas declarações marcantes; melhores momentos de entrevistas; e posts com números e estatísticas dessas cinco décadas.


Ao longo das 38 rodadas, serão desenvolvidas outras ações. Haverá um troféu especial para o “Jogador do Mês”, patch dos 50 anos e homenagens a quem alimentou a paixão dos fãs de futebol nessas cinco décadas de títulos, jogos emocionantes, gols históricos, craques inesquecíveis e os grandes times da competição.

Com a bola rolando na primeira rodada ainda é impossível afirmar qual é o time com mais condições de levantar a taça em dezembro. Até porque, como já foi dito, o Brasileirão é um dos campeonatos mais disputados do planeta. Em todas as suas edições sempre uns dez times entram com chances reais de ser campeão. E esse ano não será diferente.


Mas ficou bem claro e evidente que o Flamengo e o Palmeiras, que aliás se enfrentaram na primeira rodada, têm elencos superiores aos demais competidores. Apesar da vitória sobre o Verdão, o Rubro-negro não teve vida fácil no jogo, tanto que o goleiro Diego Alves fez importantes defesas e foi um dos melhores em campo.

A primeira rodada também mostrou a força dos times do Nordeste. Ceará e Fortaleza venceram jogos difíceis contra Grêmio e Atlético-MG respectivamente. O Bahia passou por cima do Santos, fazendo três gols em apenas sete minutos. E o Sport que empatou com o Internacional, vice-campeão em 2020, em jogo disputado na arena do Colorado.

O sinal de alerta está ligado para o Corinthians, que na estreia de Sylvinho voltou a mostrar sérias limitações. (Foto: Rodrigo Coca/Ag. Corinthians)

Chamou a atenção também a boa preparação de Bragantino e Atlético-GO, que venceram Chapecoense e Corinthians fora de casa.


Embora ainda seja prematuro fazer uma análise de desempenho de médio e longo prazo, a rodada inicial do Brasileirão mostrou que Corinthians e Santos estão vários degraus abaixo dos seus concorrentes. Ambas as equipes estrearam com seus novos treinadores, Sylvinho no Timão e Fernando Diniz no Peixe.

Ambos os treinadores terão muito trabalho pela frente. Até porque não podem contar com reforços para a temporada, face a difícil situação financeira dos dois clubes. Além disso, sempre demora algum tempo até os jogadores assimilarem a proposta de jogo dos novos “professores”.


No Corinthians, Sylvinho terá que mostrar que, apesar da sua bagagem de conhecimento, conseguirá obter sucesso em um grande clube já na sua estreia como treinador de futebol. Do lado santista, Fernando Diniz está em um outro estágio. Todos já o conhecem e sabem que a sua proposta de jogo demora para ser compreendida pelos jogadores. O certo é que os dois não terão muito tempo. Ou mostram serviço logo ou estarão desempregados em pouco tempo.



Roberto Maia é jornalista e cronista esportivo. Iniciou a carreira como repórter esportivo, mas também dedica-se a editoria de turismo, com passagens por jornais como MetroNews, Folha de São Paulo, O Dia, dentre outros. Atualmente é editor da revista Qual Viagem e portal Travelpedia.


2 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo