Buscar

Brasil segue invicto nas eliminatórias da Copa do Mundo

Por Roberto Maia


A Seleção Brasileira termina o terrível e confuso ano de 2020 com 100% de aproveitamento nas Eliminatórias da Copa do Mundo FIFA Catar 2022. Com quatro jogos disputados, o Brasil soma 12 pontos ganhos, seguido por Argentina (10), Equador (9), Uruguai (6) e Paraguai (6). São dez seleções disputando quatro vagas diretas no Mundial, enquanto o quinto colocado participa de repescagem.


Mas o que parece uma boa notícia – e realmente é – pode representar também uma falsa imagem de que a nossa seleção canarinho chegará forte à Copa e em condições de levantar a taça pela sexta vez. Vimos isso na Copa do Mundo da Rússia, onde o Brasil chegou entre os favoritos e acabou eliminado pela Bélgica.

O próximo jogo da Seleção Brasileira nas Eliminatórias será em 25 de março de 2021, contra a Colômbia. (Foto: Lucas Figueiredo/CBF)

Os jogos disputados entre as seleções da América do Sul impõem competitividade limitada, uma vez que apenas o Brasil, a Argentina, o Uruguai, o Equador, o Chile e a Colômbia têm chances de classificação. Venezuela, Peru e Bolívia dificilmente chegarão ao Catar. E mesmo entre as principais seleções do continente o desnível técnico é bem grande.


Os jogos das Eliminatórias na América do Sul serão disputados até o dia 31 de março de 2022, um tempo demasiado longo para a formação de um grupo de jogadores que realmente irão à Copa do Catar. Nos quase dois anos da disputa muitos atletas se revezarão com a camisa da Seleção e somente os que estiverem em melhor forma física e técnica em 2022 terão o passaporte carimbado para o Mundial.

Ao longo das Eliminatórias da Copa do Catar, o técnico Tite terá oportunidade de testar muitos jogadores. (Foto: Lucas Figueiredo/CBF)

A Copa do Mundo do Catar será a última disputada no atual formado com 32 seleções representando as cinco confederações filiadas à FIFA: CAF (África), AFC (Ásia), Concacaf (América do Norte, Central e Caribe), Conmebol (América do Sul), Uefa (Europa) e OFC (Oceania).


Em 2026, tudo será diferente. A FIFA já confirmou que a Copa que será disputada nos Estados Unidos, Canadá e México terá 48 seleções. Isso significa que a Conmebol, bem como as demais confederações, terá um número maior de vagas, o que certamente fará com que o nível técnico da próxima Eliminatórias e da própria Copa do Mundo seja ainda menor. Entretanto, o maior número de seleções na Copa significará uma maior geração de lucro no já bilionário evento, que é considerado o maior do mundo.

Nível técnico das Eliminatórias na América do Sul não garantem uma Seleção em condições de conquistar o hexa mundial. (Foto: Lucas Figueiredo/CBF)


Roberto Maia é jornalista e cronista esportivo. Iniciou a carreira como repórter esportivo, mas também dedica-se a editoria de turismo, com passagens por jornais como MetroNews, Folha de São Paulo, O Dia, dentre outros. Atualmente é editor da revista Qual Viagem e portal Travelpedia.


1 visualização0 comentário

Receba nossas atualizações

Siga nossas redes

  • Facebook - Círculo Branco

Copyright ©2020. Todos os Direitos Reservados 

Desenvolvido pela Redação do Grupo JBA

São Paulo - Brasil

joba@greco.com.br