top of page
Buscar

Bons vinhos fora da California? Virgínia prova que é possível!

Por Paulo Panayotis


Washington D.C & Virginia – EUA. Você sabia que a menos de cem quilômetros da Casa Branca, em Washington DC (EUA), existem mais de 30 vinhedos que cultivam uvas para a produção de vinhos? Esta pergunta ficou em minha mente desde que conversei com um enólogo nos EUA. Para mim, bons vinhos americanos só eram produzidos na Califórnia. Sera? Dúvida cruel...


A pergunta martelou tanto que numa fria manhã de primavera, na terra do Tio Sam, peguei a rodovia VA 7 W em direção à pequena cidade de Leesburg, no estado de Virgínia, deixando Washington para trás. A ideia era uma escapada de um dia à região dos vinhedos do Distrito de Columbia (DC’s Wine Country).

Vinícola Tarara - Virginia VA - EUA

Fui conhecer os vinícolas Tarara e Lost Creek, ambas na região de Loudoun. A área possui nada mais, nada menos do que seis mini-regiões de produção de vinhos: Loudoun Heights, Waterford, Potomac, Mosby, The Harmony e Snickers Gap. Só para ficar mais claro, o estado da Virgínia possui nove regiões produtoras de vinho com mais de 250 vinícolas (Blue Ridge, Central Virginia, Chesapeake Bay, Eastern Virginia, Hampton Roads, Heart of Appalachia Shenandoah Valley, Southern Virginia e Northern Virginia). Loudon fica dentro da região de Northern Virginia.

Degustação exclusiva na Vinícola Tarara - Virginia VA - EUA

Não curte vinho? Só a paisagem já vale...


O caminho é um passeio inesperado e inesquecível. Se tiver tempo, escolha as estradas menores que levam à Leesburg. O roteiro, que contou com o apoio do Visit Loudoun, começou pela bela propriedade Tarara. Em seus 465 hectares, o cultivo de uvas viníferas é uma paixão para o enólogo John Harris.


Diversão para lá de boa!


De lá, segui poucos quilômetros para Lost Creek, outra propriedade que conta uma história de amor pelas uvas em um Riacho Perdido(que dá nome 1ª vinícola) . Já com a fome batendo à porta, fiz uma pausa para o almoço no restaurante The Wine Kitchen, em Leesburg.


Simplesmente viver...


Vieiras grelhadas no restaurante Wine Kitchen - Virginia VA - EUA

Vieiras grelhadas acompanhadas de vinho branco, claro, alegraram meu espírito para seguir viagem. Mas não sem antes notar a placa que bem traduz o espírito do lugar: "Comer e beber, simplesmente!”. Perfeita sintonia entre proposta e realização que derruba de vez a noção de que por terras do Tio Sam o hambúrguer reina soberano. Com pesar no coração e rosto rosado pelos vapores de líquidos de Baccos, segui em frente.


Afinal, a proposta é um dia fora de Washington


Para os amantes das boas compras, o dia pode encerrar com maestria no outlet de Leesburg, um complexo de lojas que fará seu queixo cair com a quantidade, qualidade e preço dos produtos. Se não gosta de compras, pode voltar direto para Washington DC e quem sabe curtir a noite na cidade onde mora o presidente Biden!


Quer ficar mais?


Foi um dia completo que deixou um sabor de quero mais. Se tivésse mais tempo, seguramente aproveitaria para ficar na região onde não faltam opções de hospedagem. Os preços? Bem, apesar do dólar relativamente alto, se comparados ao Brasil, os preços são infinitamente menores por serviços, na média, superiores. Dúvida? Então é hora de conhecer as maravilhas do novo estado enograstronômico americano. Virgínia espera por você. Mas Virgínia?

Jornalista Paulo Panayotis em Washington DC

Ah! Ficou curioso? Com a boca cheia d'água? Então confira a série completa “Virgínia, a nova fronteira enogastronômica dos EUA” no portal O Que Vi Pelo Mundo (www.oquevipelomundo.com.br) Confira lá todos os detalhes desta “escapada” diferente para quem visita a capital dos Estados Unidos. Cheers!


Fotos: Jornalista Paulo Panayotis que viajou com apoio da Visit Loudoun.




Paulo Panayotis é jornalista profissional, ex-correspondente internacional de Tv, escritor e viaja com patrocínio e apoio Avis e Universal Assistance (ppanayotis@oquevipelomundo.com.br)



댓글


bottom of page