top of page
Buscar

Agosto Dourado e a importância da amamentação

Por Rede D'Or

Imagem: Pexel

Agosto é o mês dedicado a lembrar a importância do aleitamento materno. No Brasil, a partir de 2017, a Sociedade Brasileira de Pediatria instaurou que o mês inteiro seria dedicado a ações sobre o tema, sendo conhecido como Agosto Dourado.


“Dourado vem do padrão ouro do leite materno. O alimento oferece todos os nutrientes necessários para a saúde do bebê até os seis meses de vida. De forma complementar, até os dois anos ou mais”, afirma a coordenadora do Grupo de Apoio ao Aleitamento Materno da Rede D’Or São Luiz, Márcia Regina da Silva.

Para a Márcia Regina, a ideia de dedicar um mês inteiro à amamentação é fazer todo esse processo de mobilização social em torno de um tema que é tão importante para mães, bebês e sociedade como um todo.


Benefícios para mãe e bebê

A amamentação é um dos momentos mais íntimos entre mãe e filho. É um processo de aprendizado que gera muitos benefícios para os envolvidos.


“Mesmo as mães que têm os seus bebês por parto cesárea, não só podem, como devem posicionar o bebê no peito assim que ele nasce para que seja iniciado esse processo de reconhecimento e aprendizado”, completa Márcia.


Para o bebê, o leite protege contra doenças, previne a formação incorreta dos dentes, proporciona melhor desenvolvimento e crescimento. Além de ser um alimento padrão ouro.


Já para a mãe, a amamentação também proporciona inúmeros benefícios, dentre eles: ajuda a contrair o útero e previne contra hemorragias. Também entra como um fator protetor contra o câncer de mama, de ovário e endométrio, evita a osteoporose, previne e protege contra doenças cardiovasculares.


A importância da rede de apoio

O apoio é fundamental no processo de amamentação. E quem é essa rede de apoio? A família, os amigos, os vizinhos, os profissionais de saúde e todos aqueles que estão acompanhando de alguma forma esse processo de amamentação.


“O papel de uma rede de apoio é literalmente apoiar as decisões da mãe, além de ajudar nas questões práticas. Seja para oferecer um copo d’água ou fazer uma orientação de saúde. De qualquer forma, a rede de apoio não define o que a mulher faz e sim, respeita as decisões dela”, afirma Márcia Regina.


É importante lembrar que a mãe precisa estar bem, acolhida e amparada para ter sucesso no processo de amamentação. A mulher está em um processo de transformação, por mais que ela tenha se preparado, é fundamental que a rede de apoio esteja com ela nesse momento.


A amamentação é só uma das formas de conexão que a mãe tem com a criança. Não se cobre se você encontrar algum problema nesse caminho. E tenha sempre o acompanhamento de um profissional capacitado.


Acompanhamento médico

A coordenadora do grupo de apoio ao aleitamento materno da Rede D’Or São Luiz afirma que o acompanhamento de um profissional experiente vai lhe garantir e lhe dar a confiança necessária na sua capacidade de produção de leite.


Esse profissional vai ajudar você a entender que esse é um processo adaptativo e de aprendizagem. Ele vai passar as estratégias necessárias para você passar com tranquilidade por esse momento.

Comentarios


bottom of page