top of page
Buscar

Aeroporto de Congonhas: Prefeitura de SP inicia processo de reorganização de pontos de táxi

A Prefeitura de São Paulo, por meio do Departamento de Transportes Públicos (DTP), dará início ao processo de reorganização dos pontos de táxi do Aeroporto de Congonhas. A medida atende a uma reivindicação dos taxistas permissionários do aeroporto e tem o objetivo de melhorar o serviço prestado aos passageiros com uma oferta mais ágil de táxis e de evitar filas duplas nas vias de acesso ao local.

As portarias sobre a reorganização foram publicadas na primeira quinzena de novembro, no Diário Oficial da Cidade, e só passarão a valer após a implantação de nova sinalização horizontal e vertical. O cronograma para as intervenções ainda está sendo finalizado.


Com a reorganização, os pontos das categorias de táxis permissionários comuns (Privativo 606), Especial (Vermelho e Branco), Acessível e elétricos e híbridos em Congonhas ficarão mais próximos e passarão a ter atendimento unificado, em uma mesma fila. Os táxis acessíveis deverão dar prioridade aos passageiros com deficiência e só poderão pegar passageiros comuns se não houver PCDs aguardando.


A iniciativa também vai possibilitar que uma só equipe coordene o chamado dos taxistas dessas quatro categorias, que aguardam nas extensões dos pontos, para prestar o atendimento com mais celeridade, de forma a evitar aglomerações de passageiros e de táxis no acesso às áreas de embarque e desembarque, permitindo maior fluidez do trânsito.


Os pontos de táxi das categorias Luxo e Comum Rádio continuarão, cada um deles, com o atendimento específico para seus passageiros.


Os pontos de táxi do aeroporto seguirão concentrados no piso superior de Congonhas, com 66 vagas. Apenas oito vagas de táxi permanecerão no piso inferior, como forma de apoio: três da categoria Comum, uma da categoria Elétrico ou Híbrido, duas da Especial (Vermelho e Branco), e uma da categoria Acessível vão operacionalizar o atendimento de forma compartilhada; e uma vaga será específica para o Táxi Luxo.

Comments


bottom of page