Buscar

A importância da leitura da formação dos jovens

Por Coronel Camilo


Mais um grande ganho para a população: após alguns meses com serviços interrompidos por conta da pandemia de Covid-19, as bibliotecas de São Paulo (BSP) e Parque Villa-Lobos (BVL) retomaram suas atividades para receber o público na última sexta-feira, dia 16. Ambas abrem das 11h às 15h ao público.


Sabemos o quanto a leitura faz falta em nosso dia a dia. São muitas as pessoas – jovens e adultos – que fazem questão de pegar no livro e no papel. Agora, aos poucos isso tem voltado. Com o advento do Coronavírus, acabamos por recorrer à leitura pelo computador ou até mesmo fizemos releituras de obras antigas.


Mesmo com horários mais restritos, a fim de impedir a contaminação da doença entre frequentadores, as bibliotecas que reabriram têm espaço reservado aos estudos, algo bastante almejado especialmente aos alunos, mas sempre tomando todas as medidas de higiene com limpezas frequentes. Existe ainda uma programação disponível nas plataformas virtuais ou nas redes sociais por meio dos seguintes canais: www.bsp.org.br e www.bvl.org.br.


Por enquanto, não é permitida a doação de livros ou que se mexa nos acervos. Em contrapartida, os computadores dos locais podem ser utilizados no período máximo de 1 hora, empréstimos de livros continuam sendo formalizados e existe a reserva dos espaços para sessões especiais de estudo. 


No período mais crítico da quarentena, os livros de fora ficaram mais inacessíveis e a reabertura destes ambientes foram extremamente positivas e agregadoras para nossa educação. A troca de livros entre amigos e familiares sempre foi comum e sofreu interrupção com o surgimento da doença. Com a entrada da cidade de São Paulo na fase verde do Plano São Paulo, essa prática antiga poderá voltar em breve. 


Sou um grande admirador de livros e também defendo a educação como aliada principal no futuro dos jovens. Quando estive na Polícia Militar, incentivei o hábito da leitura e conseguimos convênios para que os policiais pudessem estudar e fazerem cursos de aperfeiçoamento para crescerem ainda mais na carreira.


Depois, na Assembleia Legislativa, como Deputado Estadual, criei, com minha equipe, a Frente da Família, Cidadania e Cultura para pregar o respeito e internalizar valores éticos e morais, além de incentivar a leitura. Na minha infância, fui ensinado a ter respeito e manter os estudos como prioridade. Um livro é sempre uma nova experiência e nos traz grandes ensinamentos. Nos dias atuais , é necessário fornecer conceitos básicos de cidadania, ordem e moralidade. Neste aspecto, a leitura é fundamental.

Coronel Camilo é secretário-executivo da Polícia Militar. É formado em Administração de empresas pelo Mackenzie, com bacharelado em Direito pela Universidade Cruzeiro do Sul e pós-graduado em Gestão de Tecnologia da Informação pela FIAP e em Gestão de Segurança Pública pela Secretaria Nacional de Segurança Pública.

7 visualizações

Receba nossas atualizações

Siga nossas redes

  • Facebook - Círculo Branco

Copyright ©2020. Todos os Direitos Reservados 

Desenvolvido pela Redação do Grupo JBA

São Paulo - Brasil

joba@greco.com.br